Jogo Rápido: Reputação, livros e futuro

Sete perguntas para José Galló, presidente do Conselho de Administração da Lojas Renner

JOSÉ GALLO - RENNER - VAREJO - REPUTATION FEED - ANK REPUTATION
“Adoro distribuir conhecimento que possa ser útil”, diz Galló – Foto: Júlio Cordeiro

O presidente do Conselho de Administração da Lojas Renner, José Galló, é generoso quando se trata de disseminar conhecimento e cultura. Não guarda para si a inquietação que o move a entender melhor o mundo. Por isso, não hesita em oferecer livros às pessoas de suas relações quando os considera interessantes.

“Eu adoro distribuir conhecimento que possa ser útil. Não desisto. Quando gosto de alguma coisa, penso: quem mais pode gostar disso?”, afirma, sobre o hábito de compartilhar livros.

Confira, a seguir, algumas respostas, inspirações e indicações de títulos que Galló ofereceu ao Reputation Feed:

Reputação em uma frase ou duas:

Prevenir é melhor do que remediar. Reputação tem que ser algo tão importante que se trabalha na prevenção.

E a construção da reputação, por onde começa?

Começa com a liderança maior da empresa.

Qual é o papel das organizações no combate às fake news?

As fake news acabam explorando eventuais fraquezas de uma empresa. Quando acontece, tem de estar muito bem-preparado. Não existe improvisação para combater crises e fake news.

Ao ser atacado, enfrentar ou recuar?

Sempre enfrentar. Mas o enfrentar não significa contra-atacar.

Uma indicação de um livro para navegar mais tranquilamente e com mais eficiência nestes tempos.

Tem de conhecer este mundo. A maior parte dos grandes líderes não conhece as fake news. Então, o livro Os Engenheiros do Caos (de Giuliano Da Empoli).

Qual livro não pode faltar na cabeceira de um CEO e um conselheiro?

Não existe um só livro, mas normalmente não existem mais do que 10 livros. Eu tenho sete livros que marcaram minha vida, mais voltados ao consumidor e ao varejo.

Além da Fronteira do Core Business, de Chris Zook;

Posicionamento, de Al Ries e Jack Trout;

Competição, de Michael Porter;

O coração da mudança: transformando empresas com a força das emoções, de John P. Kotter e Dan Cohen;

O Gênio da Zara: A História de Amancio Ortega, o ícone da fast fashion, de Covadonga O’Shea;

Made in America, de Sam Walton;

Plataforma: A revolução da estratégia, de Geoffrey G. Parker, Marshall W. van Alstyne, Sangeet Paul Choudary

Qual é o futuro, na sua expectativa?

O futuro é um futuro de muita mudança, de instabilidade e que exige novos ciclos de líderes que consigam ver essas mudanças, transformá-las em inovação em suas empresas e que tenham habilidade para gerar segurança a seus liderados.


• Clique aqui para ler “Marcas com alma resistem mais facilmente a crises, diz Galló”, entrevista de José Galló ao Reputation Feed sobre o impacto nos negócios e na sociedade do mau uso dos algoritmos para disseminar falácia e desinformação

ENQUETE

As enchentes no Rio Grande do Sul tiveram algum impacto na imagem da sua empresa a ponto de levá-la a promover mudanças na gestão de reputação?

PUBLICAÇÕES RELACIONADAS

Marcas com alma resistem mais facilmente a crises, diz Galló
Entrevista
6 MIN.

Marcas com alma resistem mais facilmente a crises, diz Galló

O presidente do Conselho de Administração da Lojas Renner fala sobre o impacto nos negócios e na sociedade do uso dos algoritmos para disseminar falácia e desinformação

Christianne Schmitt
Leia mais
Vídeo: Intuição e disciplina dosam escrita de autobiografia
Board
4 MIN.

Vídeo: Intuição e disciplina dosam escrita de autobiografia

Nelson Sirotsky, publisher do Grupo RBS, empresa da qual é sócio e onde foi presidente por mais de 20 anos, conta a experiência de escrever o livro O Oitavo Dia

Clóvis Malta

Leia mais
O papel do líder na reputação da empresa
Artigo
3 MIN.

O papel do líder na reputação da empresa

Gestores têm de transmitir confiança para preservar a reputação da empresa e de líderes

Por Lorival Luz
Leia mais
Jorge Gerdau Johannpeter: “A reputação tem que ser trabalhada e tem que ter base para justificá-la”
Entrevista
7 MIN.

Jorge Gerdau Johannpeter: “A reputação tem que ser trabalhada e tem que ter base para justificá-la”

Entre os principais nomes da indústria brasileira, um dos acionistas controladores da Gerdau fala sobre a relação entre propósito, reputação e negócios bem-sucedidos

Christianne Schmitt

Leia mais
COMENTÁRIO

Preencha o formulário abaixo para enviar seu comentário:

Confira a opinião de quem já leu este conteúdo:

(nenhum comentário)