Fake news e desinformação, tema que mais preocupa os líderes globais

Relatório de Riscos do Fórum Econômico Mundial aponta principais ameaças a curto e longo prazos

Redação Reputation Feed

Eventos climáticos extremos seguem como grande ameaça e serão discutidos em Davos – Foto: Valeriano di Domenico – Fórum Econômico Mundial

Documento que costuma servir de base para os debates do Fórum Econômico Mundial, em Davos, o Relatório de Riscos Globais traz pela primeira vez, em sua edição de 2024, o tema informações falsas e desinformação no topo das preocupações de curto prazo de líderes globais (ver quadro).

Eventos climáticos, que segue preocupando a maioria neste ano, devido ao El Niño, fica como o segundo maior temor a curto prazo, seguido de polarização social. Essa combinação explosiva de ameaças tem impacto direto de novas tecnologias como a Inteligência Artificial. O contraditório é que essas aplicações têm tanto o potencial para amplificar danos como os das fake news e da polarização da sociedade, quanto a capacidade de promover soluções, como a possibilidade de mitigar efeitos da crise climática, .

O relatório com as conclusões da 19ª edição da Pesquisa Global de Percepção de Riscos (GRPS) foi realizado em conjunto pela seguradora Zurich e a consultoria de riscos Marsh McLennan. As preocupações expressas por 1.400 lideranças de diferentes áreas em 113 países indicam que os desafios a serem debatidos entre 15 e 19 de janeiro na Suíça não são pequenos.

O Relatório de Riscos Globais explora alguns dos riscos mais graves a serem enfrentados na próxima década, num contexto de rápidas mudanças tecnológicas, incerteza econômica e um planeta que sofre as consequências de eventos climáticos extremos e conflitos

No longo prazo, que o documento considera como de dez anos, as preocupações de líderes se alteram, com eventos climáticos extremos assumindo a primeira posição. Em segundo lugar, aparece o tema mudanças bruscas nos biomas da Terra, com desinformação e informação falsa assumindo a quinta posição.

A principal mudança no cenário de longo prazo fica com o fato de aparecer pela primeira vez o tema “resultados adversos das tecnologias de Inteligência Artificial”, já em sexta posição entre as inquietações de líderes globais. A estimativa é de que facilidades propiciadas pela Inteligência Artificial para a criação de fake news e imagens falsas tendem a agravar os problemas já registrados hoje, influenciando resultados eleitorais em várias economias importantes nos próximos anos.

Outros temas apontados pelos entrevistados são os relacionados a cibersegurança e a conflitos armados entre países, além de questões como falta de oportunidades econômicas, inflação, migrações, recessão e poluição no curto prazo. No longo prazo, surgem ainda questões como perda de biodiversidade e escassez de recursos naturais.

Concentração de poder

Agora, em relação ao passado, a pesquisa indica como preocupações persistentes dos últimos dois anos entre líderes globais temas como crise climática, polarização, cibersegurança e migração involuntária. Para o mesmo período, os temas que mais cresceram em preocupação foram concentração de poder tecnológico, que tende a manter as medidas efetivas de mitigação nas mãos de poucos países,  desinformação e informação falsa (da posição 115 para o topo), conflitos armados entre países e serviços públicos e infraestrutura insuficientes. Diminuiu a preocupação em relação a conflitos geoeconômicos, desemprego, perigos biológicos, químicos e nucleares e endividamento.

Como alternativas para o enfrentamento de tantos desafios simultâneos e interligados, o relatório cita estratégias localizadas, esforços inovadores, ações coletivas e coordenação entre países. Investimentos em pesquisa e inovação são citados também como uma forma de facilitar a mitigação desses riscos, contribuindo para um mundo mais seguro e mais próspero.

Os 10 principais riscos nos próximos dois e 10 anos:



ENQUETE

CEOs devem se posicionar publicamente sobre temas relevantes da sociedade?

    PUBLICAÇÕES RELACIONADAS

    Sobre fake news e haters
    One to One
    2 MIN.

    Sobre fake news e haters

    Ataques orquestrados, que se alastram, têm sua força no volume; por isso é preciso ter canais próprios organizados

    Por Anik Suzuki
    Leia mais
    Inteligência Artificial cria alertas para a reputação de empresas e líderes
    Artigo
    3 MIN.

    Inteligência Artificial cria alertas para a reputação de empresas e líderes

    ChatGPT provoca reflexão sobre os limites de seu uso e os riscos para empresas e seus líderes

    Por Renata Afonso
    Leia mais
    Inovação, reputação e desenvolvimento empresarial
    Artigo
    3 MIN.

    Inovação, reputação e desenvolvimento empresarial

    Desafios impõem urgência na criação de processos e tecnologias para garantir ações de impacto positivo na sociedade

    Por Jorge Audy

    Leia mais
    COMENTÁRIO

    Preencha o formulário abaixo para enviar seu comentário:

    Confira a opinião de quem já leu este conteúdo:

    (nenhum comentário)